Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

18
Jul16

O primeiro mês do recém nascido

A Mamã

20160718_125718.jpg

 

O meu primeiro mês no papel de mãe foi sem dúvida cheio de emoções.

Mas atenção, nem sempre foram aquelas emoções bonitas de serem sentidas, não!

Muitas delas foram de tristeza e frustração.

O sentimento de incapacidade, a exaustão, as noites sem dormir, o choro que não percebia, o não conseguir fazer nada em casa, o stress da amamentação e os medos, deram cabo de mim.

Os meus primeiros 30 dias como mãe não foram fáceis.

Lembro-me de pensar: "Nunca ninguém morreu disso... bem, será mesmo que nunca?"

Pensei que provavelmente eu seria a primeira a morrer, e está provado que a privação de sono pode levar uma pessoa à insanidade, e eu não estive muito longe dela.

 

Para ajudar à festa, aquilo que eu mais ouvia era: "isso passa". E eu só pensava quando?

 

Mas a verdade é que passa mesmo.

Os medos aos poucos vão desaparecendo, vamo-nos habituando à rotina do bebé, e com o tempo passamos a conseguir descansar mais um pouco.

 

E hoje em dia quase 9 meses passados, esse primeiro mês torna-se uma memória distante e até difícil de assimilar: "será que foi assim tão mau?"

 

Aprendi algumas coisas nesses 30 dias.

Uma delas é que não é possível estarmos preparadas para esse momento, ele acontece e nós temos de lidar com ele naquela altura com o que temos. Por muitos livros que possamos ler, garanto-vos que não vão estar preparadas.

 

Não se frustrem por o bebé ainda não ter uma rotina, com o tempo ele vai criá-la, se ficamos ansiosas por que esse momento chegue, ainda vamos sofrer mais.

 

Esqueçam a casa, no primeiro mês não se preocupem se está arrumada ou desarrumada. Preocupem-se com o bebé e convosco, a casa pode esperar.

 

Paciência, é preciso muita paciência.

Em muitos momentos eu achei que não ia conseguir, e que esse papel não era para mim. Mas não podia estar mais enganada. É tudo novo e precisamos aprender a lidar com esta nova vida e rotina.

 

Durmam enquanto o bebé dorme!

Dos melhores conselhos que vos posso dar. Durante algum tempo não vão saber o que é uma noite inteira de sono. Por isso aproveitem as sestas dele para descansarem.

Aceitem ajuda e tirem 5 minutinhos só para vocês. Nem que sejam só para um banho mais demorado.

 

Cerquem-se de pessoas que vos amam.

 

A quem está a passar por esse mês agora, saibam que é possível sobreviver: Eu sobrevivi!

E que as coisas vão começar a ficar melhores.

De repente deixamos de ser só uma fonte alimento, e os sorrisos deles para nós começam a aparecer. E aí aquelas noites terríveis, já não vão parecer assim tão más. 

Cada dia é uma novidade, cada semana um novo avanço e assim em conjunto com os vossos bebés vão aprendendo e vendo que tudo compensa.

 

Tudo passa, e depois vão dizer que a melhor coisa do mundo é serem mães!

 

Acreditem! Palavras de uma mãe que pensou que fosse morrer! ❤

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.